Sábado, 8 de Outubro de 2005

Ao Vento

Ao Vento.JPG

Ao vento me sinto,
Ao vento me entrego,
Ao vento me deixo levar…
Ao vento…onde voa a minha alma
Alvoraçada, Por ai…
Pelo vento Ameno, quente e fresco.
Como a tua alma…
Como tu…

Sem fôlego, De tanto vaguear
Pelo mundo das coisas
E pela causalidade dos momentos,
Me sinto liberto,
Ao vento…
E assim a pairar, no vento,
Paro para pensar,
Reflicto no já pensado.
Renovo e purifico a minha entrega,
Com o trespassar dos raios solares,
No abrir das asas, ao vento…
Que me faz Voar…

E ao vento…Te agarro,
Ao Vento, te desejo,
Ao vento, te beijo,
Ao vento…
Te amo…


Ramarago

publicado por Ramarago às 23:22
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Anónimo a 15 de Dezembro de 2005 às 14:14
Não sei como vim parar em seu blog, nas pesquisas do google, buscando isso ou aquilo... mas sinceramente acabei lendo a poesia do vento...e só tenho uma coisa a dizer:
MARAVILHOSA !!! POEMA DE UMS SENSIBILIDADE ÍMPAR QUE ME FEZ VIAJAR E COPIAR ESSA EMOÇÃO PARA COLOCAR NA PAREDE DE MEU QUARTO E PODER ME SOLTAR AO VENTO TODA VEZ Q ESTIVER AGARRADA NA TERRA E NOS PROBLEMAS.
DEZ!!! MIL!!!
ADOREIAngel
</a>
(mailto:angelica_oliveira@yahoo.com.br)


De Anónimo a 13 de Novembro de 2005 às 19:14
... foi o vento que me trouxe aqui para ler o sentido das tuas palavras. Apenas isso.

:)Bárbara
(http://ventos.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Barbara.horta@clix.pt)


De Anónimo a 31 de Outubro de 2005 às 19:18
Olá Rapaz. Trazido pelo vento aqui estou para te desejar um feliz feriado e um feliz Halloween. Um abraço.zzeka
(http://vamps.blogs.sapo.pt)
(mailto:zzeca855@hotmail.com)


De Anónimo a 26 de Outubro de 2005 às 12:54
Ola belo maravilhoso sem palavras apenas deixo um beijo e digo adorei.rosita
</a>
(mailto:rosita46@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Outubro de 2005 às 21:20
Não quero estragar os comentários do blog,porque mais uma vez fiquei sem palavras, e com uma vontade de reler o poema vezes sem conta, até me imaginar uma rajada de vento, leve e forte!
beijitos da amiga L_u_aL_u_a
(http://solua2004.blogs.sapo.pt/)
(mailto:L_u_a_@hotmail.com)


De Anónimo a 10 de Outubro de 2005 às 10:23
Como sempre no fim de ler o teu poema fechei os olhos e deixei-me levar pelo vento senti-me livre e solta obrigada por esta sensação.
Jokas vampirescasBlack_Vampire
(http://vamps.blogs.sapo.pt/)
(mailto:deuza@hotmail.com)


De Blog Bocas e Notícias a 28 de Maio de 2015 às 14:14
Muito boa a sua poesia. Sentimos os sentimentos na leitura.


De Carlos Gossel a 28 de Maio de 2015 às 14:32
Gostei de verdade de sua poesia. Acesse meu blog e deixe um comentário também www.carlosgossel.blogspot.com Parabéns!!


Comentar post